Neurociência - Percepção Multissensorial do Sabor para o Mercado de Cafés

O curso possui conteúdo teórico e prático da percepção multissensorial de alimentos e bebidas. O objetivo é apresentar ao aluno o conhecimento que vai além do maquinário de preparo e do grão de café. Xícaras, design de embalagens e ambiente de cafeterias influenciam a percepção de sabor e a escolha dos clientes. Será ministrado por Fabiana Carvalho, neurocientista e Camila Arcanjo, analista sensorial, Q Grader.

Público alvo: Profissionais da área de alimentos e bebidas, produtores de café, classificadores, avaliadores, baristas e todos que queiram entender um pouco mais sobre neurociência aplicada.

Programação:

Emoções e memória, repertório sensorial, testes de percepção
O que é e como se forma um conceito de um alimento, técnicas de análise descritiva, abordagem teórica roda de sabores e aromas do café.
Integração multissensorial, o que combina e o que não combina, testes de pareamento.
Influência dos estímulos visuais, auditivos e táteis na escolha do consumidor, como o recipiente e o rótulo afetam a percepção de sabor, testes afetivos.
Marca e rótulo: identidade, expressão e valor de mercado, comunicação estética e funcional para o mercado do café.

Número máximo de participantes: 10

Investimento: R$ 1590,00 - Desconto de 7% no pagamento à vista ou Parcelado em até 3x no crédito - para essa opção necessário depósito de 20% do valor do curso na inscrição para garantir a vaga. O Centro de Preparação de Café - CPC não fará reembolso do valor pago pelo curso quando houver desistência por parte do interessado. O aluno poderá utilizar o crédito para uma próxima turma se informar sobre sua desistência com 48 horas de antecedência da data programada para o início do curso. O CPC se reserva o direito de adiar ou cancelar cursos em função de alteração de agenda, limite de vagas e número mínimo de alunos por turma. Nesse caso é realizado o reembolso.

Instrutor: Fabiana Mesquita de Carvalho

Neurocientista. Bacharel e mestre em Bioquímica pela UFMG, Doutora em Psicobiologia na USP e University of Glasgow e pós-doutora no Institute of Psychiatry, King’s College London e USP. Estuda aspectos da percepção, racionalidade e criatividade humana a partir de modelos cognitivos que apresentam o cérebro como um órgão preditor.


Camila Arcanjo

Analista sensorial, Q Grader. Química e mestranda em Alimentos e Nutrição, com ênfase em Análise Sensorial, ambas pela UNICAMP. Estuda comportamento de consumidores e técnicas de análise sensorial aplicadas a café. Atual coordenadora do Grupo de Avaliação do Café do SINDICAFESP.


DATAS DISPONÍVEIS: